Titulo: BringThePixel
Email: privacy@bringthepixel.com

INFORMAÇÃO QUE SUA ORGANIZAÇÃO COLETA:

A tabela a seguir mostra as informações que você selecionou ao preencher a ferramenta de privacidade.

Tipo de Informação O que você coleta Quem a coleta Por que razão Quem usa Armazenado por Compartilhado com
Información de contacto
  • Nome
  • Site ou suporte de TI
  • Formulários de inscrição
  • Site ou suporte de TI
  • Arquivo eletrônico

PRÁTICAS DE CONSENTIMENTO

Consentimento é um acordo voluntário com o que está sendo feito ou proposto. O consentimento pode ser expresso ou implícito. O consentimento expresso é concedido explicitamente, oralmente ou por escrito. O consentimento expresso é inequívoco e não exige nenhuma inferência por parte da organização que busca o consentimento. O consentimento implícito surge quando o consentimento pode ser razoavelmente deduzido da ação ou inação do indivíduo.

CONSENTIMENTO EXPRESSO

Você indicou que sua organização não coleta nenhuma informação sensível ou potencialmente sensível. No futuro, se sua organização decidir coletar informações sensíveis ou potencialmente sensíveis, você sempre deve obter o consentimento expresso do seu cliente. Em outras palavras, você deve perguntar diretamente ao cliente se ele concorda em coletar as informações e / ou divulgar as informações para outra organização. Por exemplo, se você coletar informações financeiras para uma verificação de crédito, peça ao cliente que assine um formulário de solicitação informando que as informações serão divulgadas a uma agência de relatórios de crédito e que o cliente concorda com isso. O consentimento expresso deve ser usado sempre que possível e todos os casos em que as informações pessoais são consideradas sensíveis.

CONSENTIMENTO IMPLÍCITO

Você indicou que sua organização não coleta nenhuma informação para concluir uma venda ou outra transação, verificar o crédito de um cliente, fazer um pedido especial para um cliente, providenciar uma entrega ou processar uma devolução. Se, no futuro, sua organização decidir coletar essas informações, lembre-se de que, contanto que as informações coletadas sejam necessárias para concluir uma das ações listadas acima, você pode presumir que o cliente consentiu quando ele ou ela lhe fornecer as informações. (Isso é chamado de “consentimento implícito”).

Lembre-se:

Você não pode se recusar a concluir uma transação se o cliente se recusar a consentir com a coleta de informações que não são necessárias para concluir a transação.
Se, posteriormente, você decidir usar essas informações para outra finalidade, terá que voltar e obter o consentimento do cliente.

CONSENTIMENTO DE OPT-OUT

Você coleta as seguintes informações para fins secundários, como marketing, administração de um programa de fidelidade do cliente ou gerenciamento de relacionamento com o cliente:

Nessas circunstâncias, você deve dar ao cliente a oportunidade de dizer que não deseja que você use as informações dele para esse fim. Isso é chamado de “opt-out”.

As exclusões devem ser claras, fáceis de entender e fáceis de fazer para o cliente. Você pode ter uma caixa de opt-out em um formulário de inscrição em papel ou na web, por exemplo, que informa aos clientes que se eles não quiserem receber material promocional pelo correio, basta verificar aqui. Você pode querer que o cliente saiba o que está faltando - ofertas especiais e informações sobre novos produtos, por exemplo - mas não minimize, oculte ou obscureça o cancelamento. E não complique, como exigir que o cliente ligue para um número de telefone especial em determinados horários. O objetivo é deixar o cliente decidir.

PLANO DE SEGURANÇA

ACESSO DOS FUNCIONÁRIOS À INFORMAÇÃO DO CLIENTE

Você indicou que não há funcionários em sua organização que veem ou processam informações desnecessariamente. Essa é uma boa prática. Ao limitar o número de pessoas que visualizam ou processam informações, você reduz o risco de uso ou divulgação inadequada.

ARMAZENAMENTO DE INFORMAÇÕES PESSOAIS: ARQUIVOS DE PAPEL

Você indicou que sua organização não mantém nenhuma informação em arquivos em papel.
No futuro, se você planeja armazenar informações pessoais em arquivos de papel, é extremamente importante tomar todas as medidas possíveis para armazenar com segurança as informações pessoais do seu cliente. Você deve proteger esses arquivos movendo-os para:

Um armário trancado
Uma área restrita
Uma área com um sistema de alarme
ARMAZENAMENTO DE INFORMAÇÕES PESSOAIS: ARQUIVOS ELETRÔNICOS
A seguir, estão incluídos os tipos de informações que você pode armazenar em arquivos eletrônicos:

Nome
É extremamente importante tomar todas as medidas possíveis para armazenar com segurança as informações pessoais do seu cliente. Tente os seguintes métodos para proteger esses arquivos usando:

Senhas de computador
firewalls
Arquivos de dados criptografados
Informações pessoais criptografadas enviadas ou recebidas pela Internet (por e-mail ou através de formulários da web, por exemplo).
Trilhas de auditoria eletrônica que identificam quem tem informações de acesso
Mantendo arquivos de backup em um gabinete bloqueado
Tenha cuidado especial com laptops, chaves USB e dispositivos eletrônicos sem fio. Esses tipos de dispositivos podem armazenar potencialmente uma grande quantidade de informações pessoais do seu cliente. Todos esses dispositivos devem ser protegidos por senha e ter a forma mais forte de proteção possível.

COLETA DE INFORMAÇÃO SENSÍVEL

Você indicou que sua organização não coleta nenhuma informação sensível ou potencialmente sensível. No futuro, se sua organização decidir coletar informações sensíveis ou potencialmente sensíveis, considere usar mais de um método para garantir que sejam mantidas em sigilo.

Por fim, examine seus arquivos antigos e destrua qualquer informação pessoal que não seja mais necessária para cumprir o objetivo para o qual você a coletou.

LISTA DE TERCEIROS

Você compartilha informações pessoais com os seguintes fornecedores ou agentes terceirizados:

Sem outras partes
Você terá que revisar as práticas de privacidade dessas empresas para garantir que atendam aos mesmos padrões que você aplica ao seu negócio. Você também deve conversar com seu advogado sobre a adição de cláusulas especiais a quaisquer contratos que envolvam o compartilhamento de informações com terceiros para:

exija que terceiros protejam as informações de seus clientes
dar a você o poder de auditar o terceiro para certificar-se de que está cumprindo as práticas justas de informação
verifique se o terceiro usa apenas as informações para os fins estabelecidos no contrato
exigir que terceiros repassem a você todas as solicitações dos clientes para ver seus registros de clientes